.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Agenda do cotidiano...(1)

Estou trabalhando para a Kraft Foods, maior empresa de alimentos dos EUA e segunda maior do Mundo, que adquiriu a Cadbury (Britânica). Em 1944, instalada em São Paulo,  a Cadbury chamava-se ADAMS (sobrenome do fundador Thomas Adams - inventor da goma de mascar), pertencente à American Chicle Company, vendida depois em 1964 para a Warner Lambert e, depois, para a Pfizer, que preparou a divisão para a produção de confeitos, o que ocorreu em 2003, quando a ADAMS passou a integrar a Cadbury, e a fábrica instalou-se em Bauru/SP em 2005...

Ufa ! Explicação dada....vamos ao "lance "...hehehe

Acordar cedo, digam-me o contrário, é uma chatice. Ainda mais com a chuva insistente que vem castigando Curitiba. Então você está lá, no primeiro busão do dia, com a cara ainda amarrotada, com aquele ar de quem gostaria de estar em baixo do edredom fino e quentinho, e começa a olhar para os lados em busca de alguma "inspiração" para o blog. Caso contrário, bate uma soneira e, convenhamos, isso é de doer...Se conseguir um lugarzinho que seja para ir sentado tudo bem ! Tira-se um pequeno cochilo, entrecortado pelos solavancos dos biarticulados de nossa cidade, com o risco de babar literalmente na gola da camisa ou, perceber que está ressonando alto demais e incomodando os "vizinhos".

Mas não é o caso. Vamos de pé mesmo, mãos latejando pela força imprimida contra os canos de aço gelados...ou isso, ou dar de cara no vidro quando eles (busões) fazem as curvas ou freiam em "cima" de qualquer obstáculo à sua passagem. 

E aí, olho para um assento adiante e lá está, ela, uma moça de uns 18, 20 anos...sonadérrima, quase desmaiando no ombro do seu vizinho, um senhor de uns 65, 70 anos...e, pasmem ! Mascando chicletes...hum rum...mas não era um "mastigar" comum não, pelo contrário...embora isso possa parecer meio chato falar, já que não conhecia a referida rapariga, mas era como...tipo...sabe vaca quando no pasto a comer capim ??? Mais ou menos parecido (ou muito ?...hehehe)...caráca ! Dava pequenos intervalos para roncar baixinho, abria os olhos de repente, e mascava...putz, esqueci como é a onomatopéia para isso...mas vocês podem imaginar como quiserem...e de boca abertaaaaaaaaaaa gente ! Humpft...Ai Jisuis !

Tudo bem, já fui fã de carteirinha da goma de mascar. Sou da época do ping-pong, da Kibon (preferia o verdinho de hortelã)...colocava já dois na boca que era para durar mais...e fiquei imaginando que ela estaria mascando Babaloo (da Cadbury/Adams)...e deviam ser três, quatro...tamanho o esforço dela em mastigar "aquilo"...pequeno intervalo, para dormir mais um pouco, e pimba ! lá tava a moçoila acordada (????) ruminando aquela goma toda...fiquei analisando as reações do senhor ao lado, mas este estava mais para lá de Bagdá que ela...dormia, a sono profundo....hehehehe !

Vai daí que, quando pensei que ia ficar só naquilo, a figuraça dá aquela espreguiçada, olha para a janela, percebe que está próxima de seu ponto de parada, arruma as suas coisas (bolsa, celular, etc) e prepara-se para levantar...mas não sem antes, para meu espanto e de alguns que deviam também estar acompanhando a cena, mastigar...mastigar...mastigar...e ...voilá ! Fez uma enorme bola que, se estourasse naquele instante, deixaria a sua cara encoberta por aquela meleca cor de rosa (acho que era babaloo de morango ou tutti-frutti). Mas não, a moça era exímia na arte de fazer bolas de chicletes...soprou, soprou, e depois fez a bola retroceder lentamente para dentro da sua boquinha e tornar-se novamente aquele instrumento de ruminação...
Valha-me Deus...e depois disso ainda fiquei o dia inteirinho "abastecendo" chicletes Adams nos atacados...é para endoidar o pobre véio aqui...hehehehe !

4 comentários:

Dinorah disse...

Fernando,
Tive uma idéia: - que perigo!- A fabricante destas melecas pelas quais já tive brigas homéricas por um pedacinho na época de colégio, poderia lançar uma campanha dizendo como e onde se deve mascar chiclete - é nojento ver pessoas adultas mascando aquela bolota, sem o menor constrangimento.
Um abraço
Dinorah

Malu disse...

Ai... Me lembrei da época em que eu andava de ônibus. Meu Deus! Que rotina. Eu confesso que dormia bastante e até babava... (horrível). Também, mais de 12 horas de trabalho e ainda tinha que encarar uma faculdade a noite. Ufa! Passou... Mas, em relação ao chiclete, apesar de horroroso, já usei um bocado durante as aulas pra não dormir.

Um abraço Fernando.

Ana C. disse...

Deve ter sido uma experiência bem desagradável!

Vamos e venhamos, mascar chicletes com boca aberta é horrível rs

Márcinha Mendonça disse...

Amigoooooooooooooo.. Olha eu por aqui rsrs
Que dia Punk heim unfff ahammmm...
Só queri a a Parte da chuva pois aqui em BH tá um calor infernal, Salvem se quem poder e quem tiver o melhor ventilador, Jesuusss....

Passando mesmo pra deixar um forte abraço e dizer qu enao esqueço do seu cantinho, tenho postado pouco , mas é que o calor, me deixa aff mole como chiclete de tuti fruitttt hahahaha...

Beijos e abraços ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...