.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

As estranhas pessoas grandes...

(...) As pessoas grandes adoram os números. Quando a gente lhes fala de um novo amigo, elas jamais se informam do essencial. Não perguntam nunca: "Qual é o som da sua voz? Quais os brinquedos que prefere? Será que coleciona borboletas?" 

Mas perguntam: "Qual é sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto ganha seu pai?" Somente então é que elas julgam conhecê-lo. Se dizemos às pessoas grandes: "Vi uma bela casa de tijolos cor-de-rosa, gerânios na janela, pombas no telhado..." elas não conseguem, de modo nenhum, fazer uma idéia da casa. É preciso dizer-lhes: "Vi uma casa de seiscentos contos". Então elas exclamam: "Que beleza!" 

(Saint Exupéry - O Pequeno Príncipe)

5 comentários:

Márcinha Mendonça disse...

Passando pra Desejar um noite abençoada e iluminda pra ti amigo abraçoss, e que bom que gostou do topo, foi com carinho, agora ficou tdo claro e mais em paz por aqui rsrs beijos

Malu disse...

Ai, ai... Infelizmente é assim mesmo... Mas que bom que ainda pessoas diferentes, que não nos jugam pelo que temos mas pelo que somos. Prefiro o pouco com amor do que o muito avarento, hipócrita.
Eu tb tenho andado para baixo... Escrever me faz bem. É preciso realmente ter muita fé, caso contrário, a gente sucumbe.

Um abraço de urso pra você.

Malu disse...

Fernando, eu li sobre os presentes diários mas não consigo postar lá, então, vou dizer aqui mesmo. Lindo!
Realmente as palavras tem poder!
Com certeza, meu dia será melhor.

Bom dia!

Elaine Freitas disse...

...por isso tenho a maior parte em mim que não cresce jamais!

Obrigada pelas "boas noites de sono" que me deseja!
Hoje quero desejar um dia pra lá de abençoado!
Bjs

Ana C. disse...

Nossa, quando eu li o título me veio à cabeça "O pequeno príncipe", só depois que fui ver que se tratava do mesmo rs.
Esta passagem do livro realmente e infelizmente é verdadeira. As pessoas grandes tem gostos estranhos. Imagine se todos tivéssemos pelo menos um pouco dessa essência de criança? Tudo seria melhor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...