.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

domingo, 6 de março de 2011

E o nosso direito à solidão ?

Ontem enquanto retornava do trabalho, no busão, captei uma conversa entre dois jovens adolescentes que estavam em pé ao meu lado. Um deles comentava com o amigo sobre a negativa de uma menina com relação aos dois "ficarem"...dizia então :  - Cara, falei para ela que podíamos ficar e ela me disse que isso estragaria a nossa amizade...ao que o outro respondeu : - Cara, isso virou chavão entre as meninas, ou falam isso ou então que o problema não é conosco, mas com elas...e riram um bocado, achando que as "respostas" eram simples desculpas para a não concretização de uma "ficada"...

Tudo bem, sou das antigas, no meu tempo nem havia o termo "ficar"...ou se namorava, e sério, com direito a acompanhamento de familiares na sala da casa da menina, ou sempre corríamos o risco de ter uma "vela" acompanhando em qualquer outro lugar que se fosse...claro que haviam as exceções, mas estas não eram vistas com bons olhos pelos pais...coisas dos anos 60, 70, ...daí tudo mudou...

Mas não creio que mudaram os sentimentos. Oras bolas, se a menina quer apenas ser amiga do rapaz, qual é o problema ? E porque, se recusar alguma coisa a mais além da amizade, está errada ? Ou dizer, como o menino da história comentou, que o "problema" é com ela e não com ele ? Não podem as mulheres ter o direito de estar em dúvida quanto aos sentimentos ? É impossível aceitar o fato de que hoje elas pensam e muito, antes de escolher os seus pares ? Concordo também que hoje em dia é muito mais fácil e rápido acontecerem os namoros furtuitos, gratuitos, sem nada a somar além de uma noitada em festas..Mas quando se trata de uma relação mais sólida, todos nós somos mais seletivos, principalmente as mulheres.

Além do mais, quem disse que mandamos em nossos corações ? Tem uma frase que está em meu blog que adoro demais e é de Balzac :  É tão absurdo dizer que um homem não pode amar a mesma mulher toda a vida, quanto dizer que um violinista precisa de diversos violinos para tocar a mesma música. Ao contrário, se não estivermos amando ninguém, porque a "obrigatoriedade" de namorarmos o(a) primeiro(a) que aparece em nossa frente com um bocadinho mais de afinidades, gostos, etc...e se for um(a) amigo(a) então ? Dizer não é crime ? Perde-se a amizade pelo fato de não querermos algo mais...caráca, sinistro isso...

Parece que um pouco de "solidão" virou doença...que necessária e forçosamente somos obrigados a estar com alguém, namorando ou paquerando, ficando ou rolando, caso contrário somos passíveis de "internação", já que só podemos ter algum problema mais sério...É inaceitável ter o livre arbítrio de viver algum tempo, e bem, consigo mesmo...sempre precisaremos de um(a) parceiro(a) para mostrar à sociedade que estamos felizes e somos amados. É dureza...podes crer...  

Ademais, podem ler lá nos dicionários formais : solidão não é só recolhimento, isolamento...é também "retiro", isolamento moral, interiorização...todos precisamos disso, até para nos encontrarmos conosco mesmos, e avaliarmos com quem gostaríamos de dividir nossa vida pessoal de forma mais afetiva e amorosa...

5 comentários:

Néia disse...

Oi meu querido...
É, esse mundo mudou muito e o pior que muitos desses jovens não sabem qual direção tomar.Penso como vc, nem sempre estamos disponíveis para o amor, a solidão também é uma forma de amor próprio. Às vezes precisamos dela para nos encontrar,buscar certezas, agir com dignidade com outro e por aí vai...
É pena que hoje em dia alguns valores estão ultrapassados. Outro dia em uma matéria jornalística da tv, uma menina em uma balada, disse o seguinte:
- Hoje eu já beijei mais de vinte e ainda não decidi com quem a noite vai terminar. Amor tipo fast food, onde os sentimentos, se é que existem, já vem pronto, sirva-se.
Gostei do texto, bem envolvente e em defesa da mulher...
beijos de boa noite

M. disse...

A solidão é uma arte! E como tal não atingível por todos...

Estar só é uma consequência da nossa sociedade cada vez mais indiferente...

Infeliz daquele que confunde os dois estados...

Cristina Lira disse...

Olá Nando!
Pois é, infelizmente as respostas que damos em determinadas situações ou são mal entendidas, ou são vistas como puramente desculpas...
Pena que hj esta cada vez mais dificil as pessoas entenderem que todos temos nossos limites, nosso momento de querer estar só, de optar por amizade.... E que chato essa onda de ficar e ficar..ninguem quer nada sério com ninguem (há as exceções) e o amor, aquele amor valorizado pelos poetas, aquela paixão lida nas histórias vai cedendo lugar a sentimentos puramente passageiros, desmedidos e de pouco valor...
Temos igualmente, homens e mulheres o direito de querer estramos sós, e o direito de escolher-mos amizade...
Vai entender né?!

Tenha uma otima noite. Suas palavras foram muito bem colocadas. E o comentário ai da amiga Neia veio com tudo,rs
Bjos no seu coração, se cuida e uma excelente semana.
Xerooooo, te adoro gente fina!rs

Cristina Lira disse...

Nando, voltei!
Ei vc já sabe da iniciativa de um hospital em passar mensagens para seus pacientes que sofrem de cancer?
http://www.doepalavras.com.br/
Neste espaço ai, qualquer um pode doar PALAVRAS...já pensou? Adorei a ideia e mandei um monte de mensagens de apoio e amizade...
Dá uma conferida lá, pra vc ver...
É uma boa ideia, não é?
Bjosssssssssssssssss

Marcélia Macidália disse...

Tem selinho+meme pra vc lá no blog.
Está na Aba do menu Selos e Memes


beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...