.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Os nossos diversos medos...

Ontem tentei acessar o blog à noite. Só havia postado sobre o aniversário de Déia, e queria "enviar" a mensagem diária do Momento Espírita. Mas estava "fora do ar". Tentei novamente já de madrugada (tava insone novamente)...humpft ! Nada ! Assim quenemque peixe, nada...hehehe ! Hoje pela manhã, persistia a inacessibilidade. Busquei a página de auxílio e lá constava que o Blogger passava por manutenção e, mais, haviam retirado os post's do dia 11.05 em diante, para tentar sanar o problema.

Fiquei apreensivo e, automaticamente, lembrei de quando "sumiu" o BLIG (Blog do IG) que possuía desde 2002. Na época, perdi todos meus textos, já que a maioria não havia "gravado". Não sou expert nesse trem aqui. Esse troço de backup, e coisa e tal. E muito teimoso para pedir auxílio a alguém mais experiente. Se houvesse perdido esse aqui também, baubau...humpft ! Bateu um medão daqueles, não há como negar. Medo...

E são muitos nossos medos né ? Teve gente hoje, com certeza, com medo de sair de casa até : é sexta-feira 13. Medo de andar de elevador. Medo de altura. Medo de fracassar numa entrevista. Medo de "perder" um ente querido...tantos medos ! Ficaríamos aqui a noite toda falando de nossos medos, podes crer. Algumas coisas são fobias, e não medos. Li por aí que medo é uma reação de autopreservação. Ele não deve ser combatido e eliminado. É desejável, saudável e importante para nossa sobrevivência.  

Já a fobia, segundo Rita Calegari (Chefe de Depto de Psicologia), é semelhante ao medo, mas nela existe um nível de ansiedade que interfere na vida cotidiana da pessoa. "Muitos que sofrem de fobia não a interpretam como doença, mas como falha do caráter e da personalidade. O fóbico reconhece que seu medo é excessivo, mas não consegue controlá-lo", enfatiza. 

Fiquei com medo sim. Normal. Muitas vezes senti medo na vida, muitas vezes...e ainda os sentirei, certamente. Enquanto escrevia este texto, lembrei-me do discurso de Nelson Mandela em sua posse como Presidente da África do Sul (1994), que eu e Mônica tanto gostamos (né Moniquinha ?) :

"Nosso maior medo não é de sermos inadequados. Nosso maior medo é que nós somos poderosos além do que podemos imaginar. É nossa luz, não nossa escuridão que mais nos assusta. Nós nos perguntamos: Quem sou eu para ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso? Na verdade, quem é você para não ser?Você é um filho de Deus. Você pensando pequeno não ajuda o mundo. Não há nenhuma bondade em você se diminuir, recuar para que outros não se sintam inseguros ao seu redor. Todos nós fomos feitos pra brilhar, como crianças brilham. Nós nascemos para manifestar a glória de Deus dentro de nós. Não é somente em alguns de nós; é em todos. E enquanto nós permitirmos que nossa própria luz brilhe, nós inconscientemente damos permissão a outros para fazer o mesmo. Enquanto nós nos libertamos do nosso próprio medo, nossa presença automaticamente liberta outros."

Profundo isso, hum rum ! 

4 comentários:

C. disse...

E já notou que com a idade, que deveríamos ir perdendo os medos, é que vamos ficando mais medrosos ainda???

Em 6 anos de Blogger nunca vi um bug tao grande como dessa vez. Dizem que em dez/2009 também teve um parecido, mas foi bem quando eu tava dando uma pausa, que foi de quase 1 ano. Isso me alertou para fazer backup, deixar os textos gravados no Word (vou escrevendo e largando tudo nos rascunhos aqui do Blogger). E mais que isso, estou com medo de que logo vamos ter que começar a pagar pelo serviço, e eu gosto tanto assim :-)

Obrigada Fernando, tenha um ótimo fim de semana também meu querido!!

* Verinha * disse...

Profundo mesmo Fernando!.. O medo é normal.. só não podemos deixar que ele nos paralize diante da vida.

Beijocas super em seu coração e um lindo fim de semana para vc!

Verinha

Mônica Pereira disse...

Humpft..Mandela!! O filme Invictus mostra um pouco da grandeza desse homem...Esse fragmento do discurso de posse eu uso SEMPRE, em vários ocasiões, principalmente no profissional!! E cada vez mais penso nessa parte.."...Não há nenhuma bondade em você se diminuir, recuar para que outros não se sintam inseguros ao seu redor. Todos nós fomos feitos pra brilhar, como crianças brilham..." Profundo demais...Adorei!!
Besos cariño

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

minha mae costuma dizer- para cima do medo a coragem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...