.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

domingo, 5 de junho de 2011

Tudo junto e misturado... (4)

Boa noite pessoas. A Cris lá de Viena estranhou a "ausência". Não teve show do "Luiz Elvis Borges Presley" não, é só dia 25 próximo, e espero estar por lá novamente. Aliás, quem é de Curitiba, não pode perder. O show é realmente fantástico, e o Luiz e esposa uma simpatia só. Fica a dica.

Na realidade não postei nadinha porque tava trabalhando. Tem disso no nosso meio, o merchandising. Faz parte, apesar do cansaço natural. Se ainda eu tivesse a média de idade dos meus "concorrentes", tudo bem. Tipo, 20, 20 e poucos anos. Mas depois do meio centenário, é dureza gente...é sim...hehehe. Mas, dizia minha vó Rosa (saudades de ti), que vaso ruim não quebra. Ainda mais um vaso taurino, e que não perdeu a vontade de viver e trabalhar. Mas tá difícil pessoal, tá difícil. Não o trabalho, mas sim voltar para casa. Ah ! Péra...não são problemas em nosso lar não. É a longa espera em fila de ônibus, que deixa a gente estressado. E isso que Curitiba ainda é, no meu ponto de vista , a melhor capital em se tratando de transporte coletivo urbano.

Daí, você consegue entrar num busão, invariavelmente fica de pé mesmo, e começa a olhar para os lados espiando os "tipos" que ali estão. É a menina novinha (uns 15 anos no máximo), com cabelos tingidos de verde e cinza que me chama a atenção. Nos olhos, largas faixas feitas com lápis delineador.  Cabelo meio punk, um piercing na sobrancelha, outro na língua, mais um no nariz, e três tatuagens visíveis. Ao seu lado, um "marmanjo" de uns 20 e poucos anos, com duas "argolas" nas orelhas. Ah ! Ele deve ser da tribo dos Caiapós, certamente. Tá explicado. Os braços não possuem "pele"...assim tipo, normal, como a minha, já que estão completamente cobertos por tatuagens também. Ele a beija. Gente, não foi um beijo qualquer...mais parecia a preliminar de uma relação sexual que ocorreria ali mesmo, na presença de, sei lá, umas 70 pessoas.

Uma senhora sentada em frente ao casal, olha para a janela. Não desvia o olhar para assistir a cena. Creio que uma outra "cena" rolava em sua cabeça. Certamente de sua adolescência, e do primeiro namorado, e das "regras" que lhe eram ditadas pelos pais e a sociedade em geral. Quando novinha, namorava na sala de casa, sempre com alguém presente. Se saía, era com uma irmã, irmão, prima(o)...ou com os pais mesmo. Era uma chatice ? Era sim...caráca, fui jovem também. Mas nós mesmos, os rapazes, respeitávamos aqueles limites, porquanto queríamos um namoro sério e respeitador. A casa das damas da noite estavam a disposição para outros assuntos.

Mas não fiquei chocado. Não. Vejo isso todo dia. Ligo a TV quando chego em casa e, as novelas, cada dia mais, adotam a postura de mostrar "a realidade nua e crua". Corpo à mostra é sinal de audiência em alta. Falcatrua sem penalidade é normalíssimo. Assassinatos sem condenação se tornou assunto banal. Em Brasilia o Poderoso Ministro faturou 20 "milhão" em um ano, diz ele. Para a Presidenta(e), havia dito que tinha uma "empresa pequititinha"...caráca. Devia ser sócio do Eike Batista ou do Abílio, o Diniz. Porque deve entender muito de aplicações financeiras para ganhar tudo isso em tão pouco tempo.

Mizael Bispo tá solto por aí. Aquele que matou a ex-namorada Mércia Nakashima. É advogado, e se juntou a outro "Doutor", para enganar a Justiça por meses...e aí escafedeu-se. Tava na cara...mas ninguém fez nada...É o Brasil, e sua eterna lida com uma Justiça (????) lenta, retrógrada, parcial. Uma pena...

Bom, voltando ao assunto, nada mais me espanta mesmo. Na TV, novamente, assisto a um grupo de "Araras" coloridas que cantam uma baladinha e deixam entusiasmadas centenas de fãs adolescentes. As letras das músicas são horríveis, quase sem nexo, mas levam a mensagem que essas meninas querem ouvir. São melosas, mas não românticas...que saudades de Ary, o Barroso, de Lupicinio, o Rodrigues, de meu parceiro Vini, o Vinicius de Moraes...Prefiro ainda Bob Charles (Roberto Carlos para vocês) e Oswaldo Montenegro. E dá-lhe coraçõeszinhos feitos com ambas as mãos. Até uma turminha mais velha anda fazendo isso nas telinhas...que coisa !

Falei (escrevi) demais...volto amanhã com a segunda parte. Desejo para vocês um finalzinho de domingo sereno, um amanhecer feliz, e uma semana abençoada !

4 comentários:

* Verinha * disse...

Que esta semana possa ser mais tranquila para você Fernando!

Um beijo em seu coração..
Verinha

ZINA, PRINCESA GUERREIRA. disse...

Meu amigo, adoro ler o que escreves.Gosto da pitada de bom humor com que falas de coisas sérias.

Linda semana pra ti!

C. disse...

É impressão minha, ou você se sente "mais velho" Fer? Acho você deve ser um ou dois anos mais velho que eu, mas sinto nas postagens que parece se sente com 80!! kkkkk Eu sou novinha ainda tá!!! :>>>

O bom da idade é que vemos com os olhos da realidade, mas deixamos de nos entregar a um beijo (ridículo) desses. Sentiu a contradição??

Mesmo mais nova, nunca gostei de "declaracões públicas de afeto", tem momento e lugar pra tudo, e em frente de outras pessoas é o lugar mais inapropriado, na minha opinião.

Mas as pessoas parece já perderam o bom senso há muito tempo.

Eu sinto que no Brasil é motivado certas ridicularidades, ou pela tv ou mesmo pelos pais, sim, os próprios. Eles acham tudo "bonitinho" nos filhos.

Sobre o ministro, só a Dilma "nao sabia" que ele era corrupto... aliás, nao é de hoje! Bem, o que dizer se até ela tem o rabo preso? Mas até esses "seres" os brasileiros colocam na presidência da república, imagine então o resto! Viva o PT! (odeeiiiio)

Enfim, meu amigo, o que resta? Confiar em Deus, nada mais.

Vivian disse...

Bom dia,Fernando!!

Cada coisa que se observa por aí!!!
Beijos pra ti!
Bom início de semana!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...