.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Solidão é parte de construção...


Solidão não é estar sozinho. Solidão é estar vazio. Oco. Em branco. Tememos a solidão pois ninguém suporta a idéia de ficar só. Mas ficar só, às vezes, é essencial. Solidão é parte de construção, também. A teoria da "Tábula Rasa", desenvolvida por John Locke, que diz mais ou menos o seguinte: todos nascemos como uma página em branco e vamos escrevendo nossa história aos poucos, com as experiências do dia a dia, nas tentativas, errando e acertando. Partimos do branco. Do oco. Do vazio. Da solidão. Solidão de sensações, de tentativas, de erros, de acertos, de experiência de vida.

E, entre erros e acertos, nossa vivência se constrói. E, com tentativas e experiências do dia a dia, vamos aprendendo a errar menos. É perfeitamente compreensível que alguém tema errar pois errar implica em algum tipo de dor, quando se trata de experiência de vida.
Mas quando não se tenta, é difícil compreender. Afinal, a premonição não é um dom reconhecidamente funcional (quantas pessoas você conhece de verdade que acertam previsões? Se conhecer ao menos uma me apresente, pois quero ganhar na loteria ) .

Errar e sofrer as consequências desse erro é parte do caminho pra finalmente conseguir acertar. As consequências podem ser demasiadamente dolorosas, traumáticas até, mas te fortalecem pra conseguir acertar. Tentativas e erros, até se chegar no acerto. Mas pecar pelo ato de não tentar é deixar de dar um passo na direção certa. É pior que solidão...É covardia.

(Karlo Oliveira/RJ - um-estranho-no-ninho.blogspot.com - Post: Tábula Rasa)

Um comentário:

Cristina Lira disse...

Olá Nando...
Lindo texto, deixou a minha solidão um pouco assustada,rs...
Bjos, cada dia que passa aqui fica melhor viu..
Bjos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...