.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

sábado, 26 de março de 2011

Para reflexão de minha querida amiga Denise Marques


Você já pensou em abandonar algum compromisso, alguma atividade antes de acabá-la, só porque estava difícil demais? Já se viu desistindo de resolver um grande problema, porque ele se mostrou maior do que você estava disposto a solucionar? Talvez muitos de nós já tenhamos passado por alguma dessas situações. O de desistir de algo, de algum intento, de algo previamente planejado.

Algumas vezes o motivo é o cansaço, outros o desestímulo, ainda pode ser a falta de perspectiva... Seja qual for a causa, o resultado é sempre o mesmo: tarefa inacabada, tarefa adiada. Nosso livre-arbítrio nos permite tal ação, mas a resposta da vida será sempre a mesma: em algum momento, nos encontraremos novamente com o compromisso, a fim de concluí-lo.

Quanto mais importante for o compromisso adiado, mais tormentos e dificuldades, e mais energia vai-nos exigir para a sua continuidade. Será sempre mais trabalhoso retomar o compromisso mais tarde pois, ao abandoná-lo, ele não se extingue, apenas continua lá, do mesmo tamanho e tão desafiador como sempre. Desses compromissos que, algumas vezes pensamos em adiar, abandonar, fugir, sem dúvida, o maior deles é a própria vida.

Você já se deu conta de que viver é um grande compromisso de nós para conosco mesmo e para com Deus? Ninguém vive por acaso, por obra do acaso e de maneira aleatória. A vida de cada um de nós é experiência de extrema importância em nossa história de Espíritos imortais. A cada vida, um planejamento, uma programação, sob a tutela e os cuidados da Providência Divina, para que tudo ocorra da melhor maneira possível.

Dessa forma, é natural que, para nossa vida, também estejam programados embates, desafios, alguns dissabores... São os resultados do ontem refletindo no hoje. Mas todas as experiências que a vida nos oportuniza são para aprendizado, nada ao acaso, nada tempo perdido.

Os nossos problemas são os mais adequados para a nossa estrutura emocional e para nossas capacidades. Ninguém no mundo está abandonado. Deus, como Pai amantíssimo, cuida de cada um de nós, com um desvelo que poucas vezes nos damos conta.

(Momento Espírita)

2 comentários:

Mariz disse...

É verdade, muitas vezes reclamamos de dissabores e dizemos não ser merecedores disso ou daquilo aqui na Terra, mas esquecemos q aceitamos a missão qdo não estávamos aqui e temos q cumprir...a vida é nosso dom mais precioso e não podemos esquecer q Deus está sempre presente em todos os momentos.

*****

Vim agradecer as palavras carinhosas q vc deixou no Ostra...obrigada!


mil beijos e maravilhoso finzinho de tarde!

Cristina Lira disse...

Já sim! Quase abandonei uma atividade, na verdade, um emprego, que estava me roubando as energias..mas encontrei meu ponto de equilibrio, e no meu coração veio um sopro bom, uma otima sensação, por descobrir que são desafios, mais um desafio da vida...não abandonei, mas tentei...e hoje vejo que não ter abandonado me ensinou uma grande lição, não podemos sair por ai abrindo mão dos momentos que fazem parte de nossa vida, de nossos dias...

Bjos no coração, e se cuida meu anjo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...