.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Saudades eternas...

A imagem que guardarei dela, para o restante de minha caminhada, é do ano de 2008, mês de Outubro, quando fui visitá-la em sua casa no Rio de Janeiro. Estava sentadinha no sofá (com sua acompanhante), assistindo a novela da tarde. Pouco fiquei, para não atrapalhar seu sossego e recuperação (estivera doentinha naquela semana). Antes de sair, não pude deixar de olhar novamente para a "Sagrada Família" que lhe dei de presente em ano anterior, e estava na sua estante. Certa vez, enviei flores para ela. Ficou feliz por demais.

Era meu modo carinhoso de dizer o quanto gostava de Vó Gildinha. Hoje, ela estaria completando mais uma primavera...humpft ! Mas nos deixou, indo (conforme escrito por sua neta Mônica), para a nossa Pátria Espiritual, aquela esfera mais elevada para onde vão as pessoas que desencarnaram. E seu desencarne se deu no dia do meu aniversário, semana passada...humpft's duplos ! Na foto acima, ela era homenageada pela família na passagem de seus 90 anos. Foi uma vida profícua certamente. Partiu lúcida, uma lucidez que me espantava quando conversava com ela pelo telefone, ou pessoalmente nas vezes em que viajei para o Rio.

É difícil escrever sobre ela...mesmo sem laços sanguíneos, a tinha em grande consideração como se minha Avó fosse...hum rum ! 

Deixo-lhe um beijo amoroso Vó Gildinha, e oro para que nossos mentores e o Irmão JESUS te amparem e cuidem. 

8 comentários:

Vera Lúcia Duarte disse...

Bonita e respeitosa homenagem a uma pessoa querida que se foi.
Demonstra que você é uma pessoa sensível e amorosa.
Gostaria de convidá-lo para conhecer o meu blog e, se gostar, segui-lo.
Já estou seguindo você. Minha imagem pode não aparecer de imediato porque estou tendo problemas na inclusão em seguidores.
Um abraço.(http://nuvemdeestrelas.blogspot.com)

Mônica Pereira disse...

Humpft...Literalmente sem palavras, mas ela o tinha como neto, sabe bem disso, né?
Chegou a abafar o peito, Nando!
Obrigada pelo carinho, pelas palavras e por todo carinho que você deu a ela!
Besos cariño.

Van disse...

Linda a vó Gildinha

Beijos Fernando!

Elisabete Lira disse...

linda homenagem Fernando...

é interessante e encantador, quando nos recordamos das pessoas com essa harmoniosa e respeitosa descrição..


bjussssssssssss
e xerossssssssssssssssssssss

vc é muito especial...que Deus te ilumine sempre!!

* Verinha * disse...

Há pessoas que mesmo não havendo nenhum grau de parentesco nos são tão especiais como se o fosse. Linda essa sua homenagem Fernando!

Uma beijoca em seu coração..
Verinha

Néia Lambert disse...

A melhor forma de dizer que amamos uma pessoa que já se foi é falar dela sempre com carinho!
Linda sua homenagem.

Um abraço.

Cristina Lira disse...

Oii Nando.
Linda Homenagema Vó gildinha, até eu estou com saudades dela, vc falou comtanto carinho que logo a imagem dela em minha memória se formou..

Desculpa a ausencia amigo, mas essa semana está tão corrida, até o oxigenio parece que não me encontra mais..rs

Bjos grande, ops! Xeroooo... grande neste coração de ouro..
Tudo de bom pra ti anjo!

C. disse...

Ainda bem a alma é eterna, por isso essas pessoas sempre estao com a gente, mesmo nao estando.
Linda homenagem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...