.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

sábado, 15 de janeiro de 2011

Há muita gente boa escrevendo por aí...


Estes últimos dois meses têm sido realmente de grandes surpresas para mim. Desde que resolvi "retomar" o Blog, até então meio que abandonado, tenho "andado por aí" e, a cada dia, me convenço de que o nosso País é efetivamente um celeiro de grandes escritores. Nas andanças, minhas estrelas colidiram com uma jovem mulher visceral...hum rum ! Eu disse visceral, em sentido figurado, intensa e profunda...JOSIANA REZZARDI é paranaense como eu, de Pato Branco (que ficou conhecidíssima através da inesquecível Bozena do Toma lá dá cá...hehehe). Caráca, e é taurina também...

Suas vogaisvazias.blogspot.com, são ponteadas de textos maravilhosos...Um pequeno trecho de um deles, FIOZINHO DE AREIA BRANCA, para todos nós...Beijos Josi...se cuide menina !
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Uma lágrima explodiu na coberta macia em tons de algodão-doce. Uma mancha a mais de rímel e sombra. Talvez a vigésima delas ou a trigésima lágrima. E quando a vontade de limpar os borrões desapareceu junto com os resquícios da vontade de erguer a cabeça percebi que, desde que você apareceu, não houve um só dia em que eu fosse completamente feliz. Você faz a tristeza parecer bonita e eu me encanto por tudo que deveria mandar embora pelo ralo...

Minha dor é daquelas que um poeta tomaria por princípio e um neurologista adoraria estudar. É límpida, clássica, regada a copos de álcool e amargura, misturados com goles de café amargo e amor. Porque tudo que vem de você é ambíguo demais; extasia e derruba, acaricia e chicoteia. Reparei, também, que já não me lembro como chegamos ao ponto em que nos encontramos agora: tão separados um do outro, mas ainda tão cheios de nós. Incompletos em nossa distância, mas sem jamais permitir que nossas exatidões se encontrem como deveriam.

Você me quer, mas quer o mundo todo também. Eu te quero e te quero e só e basta. Você sonha com noites badaladas, drinks e mulheres. Eu sonho com você. Você com um drink, você sem drink. Tanto faz, desde que seja você. E você também almeja um futuro glorioso, enquanto eu almejo um futuro simples e cheio de você...

6 comentários:

Fernanda Barcellos disse...

ôhhh meu deusssssss!

Que lindooo este trecho, vou postar lá no blog!!!
Já postei teu texto lá, viu q chique??!haha

Beijos e lindo domingooo!

p.s.: Tomei uns etilicos ontem e a cabeça tá peeeeeeeesada!haha

Malu disse...

Realmente tem gente muito boa escrevendo pela blogosfera e a partilha tem sido bastante fecunda.

BLOG DO PROFEX disse...

Muitos textos bons, muitos autores novos, um celeiro incrível, realmente!
E seu blog é prova disso. Grande Abraço!

Marília Felix disse...

"Há muita gente boa escrevendo por aí..."
E com certeza uma delas é você!
Fernando, como é bom te ler!=D
Ótimos textos, parabéns!
Escrever é um Dom maravilhoso...
Estarei sempre por aqui devaneiando...rs.
Depois dá uma passadinha lá no meu blog!;)

Abração!

meus devaneios disse...

Fernando!*-*
Passando aqui para agradecer a caloroza visita nos Meus Devaneios...
É tudo recíproco viu? rs
Saiba que estarei sempre por aqui me deliciando com esses encantos de textos!
E claro que permito sim!!!
Estamos todos juntos!
Sinta-se à vontade, e fale-me quando postar para te agradecer. =D
E que Viva a Poesia e a Arte! \°/
Beijão.
:-}

Josiana Rezzardi disse...

Obrigada pelos tantos elogios, Fernando, e por fazer com que um texto meu figure por aqui!
Espero que eu seja mesmo essa mulher visceral que você diz, para pelo menos merecer uma surpresa dessas!
Um beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...