.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

sábado, 9 de abril de 2011

O Sábio e o pássaro...

Lembro que ouvi essa história pela primeira vez num curso da CEF que fizemos no Oeste de Santa Catarina, e foi contada por uma colega de Brasilia. Anos mais tarde, continuei a "usá-la" em algumas reuniões de equipe e também em treinamentos de merchandising. Hoje, ao passar pelo site do Momento Espírita, por acaso (???) acabei me deparando com ela...ei-la :


Conta-se que, certa vez, um homem muito maldoso resolveu pregar uma peça em um mestre, famoso por sua sabedoria. Preparou uma armadilha infalível, como somente os maus podem conceber. Tomou de um pássaro e o segurou nas mãos, imaginando que iria até o idoso e experiente mestre, formulando-lhe a seguinte pergunta: Mestre, o passarinho que trago nas mãos está vivo ou morto?

Naturalmente, se o mestre respondesse que estava vivo, ele o esmagaria em sua mão, mostrando o pequeno cadáver. Se a resposta fosse que o pássaro estava morto, ele abriria as mãos, libertando-o e permitindo que voasse, ganhando as alturas. Qualquer que fosse a resposta, ele incorreria em erro aos olhos de todos que assistissem a cena.

Assim pensou. Assim fez.

Quando vários discípulos se encontravam ao redor do venerando senhor, ele se aproximou e formulou a pergunta fatal. O sábio olhou profundamente o homem em seus olhos. Parecia desejar examinar o mais escondido de sua alma, depois respondeu, calmo e seguro:
O destino desse pássaro, meu filho, está em suas mãos.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *  
  
A história pode nos sugerir vários aspectos. Podemos analisar a maldade humana, que não vacila em esmagar inocentes para alcançar os seus objetivos. Podemos meditar na excelência da sabedoria, que se sobrepõe a qualquer ardil dos desonestos. Mas podemos sobretudo falar a respeito da destinação humana, ainda tão mal compreendida. 

Normalmente, tudo se atribui a Deus, à Sua vontade: as doenças, a miséria, a ignorância, a desgraça...Ora, se Deus é de infinito amor e bondade, conforme nos revelou Jesus, como conceber que Ele seja o promotor do infortúnio? A vida nos é dada por Deus mas a qualidade de vida é fruto das ações humanas.

Se o mal impera, é porque os bons se omitem, de forma tímida, permitindo o avanço acintoso daquele. A mão que liberta o homem da desgraça é a do seu semelhante, o mais próximo que se lhe situe. Assim, o destino de nossa sociedade é o somatório de nossas ações. 

Filhos de Deus, criados à Sua imagem e semelhança, exercitemos a vontade, moldando nossa destinação gloriosa, bem como influenciemos positivamente as vidas dos que nos cercam...hum rum !

(Momento Espírita - base no artigo de Richard Simonetti - Revista Reformador)

5 comentários:

blog da Paraguassu disse...

Olá Fernando,
Muito bonita essa história do pássaro. E a grande realidade é que nem um sábio que olhasse profundamente nos olhos de alguém, poderia saber o que se passaria na mente daquela pessoa. É como diz o ditado: "quem vê olhos, não vê coração". Seria tão bom se nosso olhar transparecesse o que vai em nosso coração! Gostaria de receber sua visita no meu blog e que lá deixasse um comentário sobre os temas abordados.
Feliz fim de semana e abraços fraternos,
Maria Paraguassu.

Verinha disse...

Belíssima mensagem nos transmite esse texto Fernando!.. Realmente as coisas estão em nossas mãos e nós somos os únicos responsáveis pelo que semeamos.

Um beijo em seu coração..
Verinha

Cristina Lira disse...

Oiii Nando...fa, finalmente cheguei! rs
Como vc está? Tá tudo tranquilo por ai?
Este texto é magnifico, o conheço e já li outras versões parecidas tbm.
É uma lição para nossas vidas, uma grande reflexão.
Lindooo.. bom reler...

Tenha um bom fim de semana Nando, com direito a muitos sorrisos e alegrias infindas.
Bjão neste coração de ouro, neste coração amigo.
Se cuida meu querido, tudo de bom pra ti...
Muitos, mas muitooos xeros e uma chuvarada de abraços a vc, que apesar da distancia, sempre se faz tão proximo...
Bjosss

Néia Lambert disse...

É sempre muito bom estar aqui no seu blog Fernando,pode ficar à vontade com alguns dos meus textos, a honra vai ser toda minha.

Um abraço

Néia disse...

Oi querido amigo...
É linda a história e assim como vc há muito tempo já ouvi em alguma reunião de escola.É perfeita para refletir, embora com muita preocupação eu tenha muitas dúvidas, pois acho que deixar para o outro decidir destino de alguém neste mundo tão egoísta me parece perigoso. Acho que a humanidade precisa retomar o caminho certo, pois basta ouvir os jornais pra perceber que está tudo errado.
Amo passar aqui, entro às vezes cansada e após ler me sinto revigorada. Beijos e um ótimo domingo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...