.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Tudo junto e misturado (3)

 (Neve em Curitiba - 17.07.1975)

Bom dia pessoas. Esta postagem é em homenagem à minha conterrânea Cris, do Cafofo on line@ (http://sou-da-cris.blogspot.com). Fui espiar algumas de suas postagens, rir um bocadinho (ela tem um humor diferente), saber um pouco de sua vida na Áustria, onde mora atualmente. Como boa Curitibana, ela lembra (e escreve) com carinho de sua terrinha, assim como eu. É típico de nossa gente. Já comentei aqui que Curitiba ( a cidade mais Européia do Brasil), seria o melhor lugar do mundo para se morar : bastaria que no seu entorno ficassem as praias de Floripa....hehehehe ! Humpft...seria show de bola !

Para você matar saudades Cris...

Nasci ali na Água Verde, na Carneiro Lobo, para ser mais exato. Em frente à nossa casa, a Praça Maria Polenta. Quase ao lado, a Panificadora Kaminski, onde íamos todos os dias brincar nos montes de lenha, utilizar o depósito de cinzas como apoio para subir no muro e surrupiar frutas da casa de Dona Herta, e aguardar o pãozinho fresquinho e cheiroso que os padeiros gentilmente nos entregava. E nem poderia ser diferente, já que de nossa "turma"  faziam parte os herdeiros da dita Panificadora....hehehe

Lanche, era na Praça do Japão, no Ti-pi-ti Dog...hummmmmmm ! O dogão era maravilhoso. Um dia quase fomos expulsos, porquê alguns companheiros resolveram derramar vidros inteiros de maionese e catchup na referida "iguaria"...hehehe ! Um pouco mais adiante, da Praça, ficava a fábrica da Todeschini (massas e biscoitos). De lá, em linha reta (Sete de Setembro), chega-se a antiga Rede Ferrroviária (hoje é o Shopping Estação). Era também o caminho que tomávamos quando íamos aos jogos do nosso Coxa-Branca, o Vovô, o glorioso CORITIBA (está na final da Copa do Brasil...iebaaaaaaaaaaaaa).

No centro, principalmente, muitos cinemas. Vitória, São João, Plaza, Rivoli, Curitiba, Condor, Lido, Scala, Avenida...no Cine Curitiba, ali na Voluntários da Pátria, três filmes seguidos aos domingos. Depois, forrar o estômago na Kibelândia, ao ladinho da Boca Maldita, reduto dos intelectuais, políticos e aposentados. Nenhum deles "sobreviveu"(os cinemas gente...). Uma pena...humpft ! No Vitória, ali na Barão do Rio Branco, é que assisti ( com um título de eleitor devidamente adulterado) O EXORCISTA ! Caráca, nunca mais consegui comer abacate, madurinho, amassadinho no prato e regado com limão...nunca mais ! Hehehe ...

Para sacudir o corpo, os saraus da Internacional da Água Verde, do Literário, do Morgenau. Mais "adiante", o nosso foco era o Largo da Ordem e adjacências. Almoço aos domingos, quando saíamos com meu pai, era no Pasquale, lá no Passeio Público. Andar de pedalinho, e ver as lindas carpas navegando por ali. Quando comecei a trabalhar, ali na Galeria Tijucas, o almoço era no Bar Avenida ou no Savóia, ou um lanche na Pastelaria Toyo. Em frente à Toyo, o Restaurante Enseada. Ali degustávamos o melhor peixe de Curitiba...

Bom, Cris, esta postagem vai ficar longa demais...aí você vai me tachar de "mala"....hahahahaha ! Então, vai ter sequência...depois tá ?

Um comentário:

C. disse...

Ai que delícia de post, com gostinho curitibano, e ainda em minha homenagem! :-)

Vou ter que concordar contigo, Curitiba com as praias de Floripa ia ser o paraíso, meu amigo, ah ia!
Já pensou? E com aquele clima também, senao ninguém ia aguentar ir à praia com o clima curitibano hehe

Ahh eu conheço bem o Água Verde, é um bairro classe média e muito bonito! Eu já nasci em bairro classe pobre, meu amigo, chique é você!

Achei maravilhosa essa foto da neve, é sua? Eu fui quantas vezes ali no cine Avenida, aliás, foi o primeiro cinema que pisei na vida, e assistir "A Noviça Rebelde", assistiu?
Ah o cine Vitória, era o babado chique em cinema. Fui muito lá também!

Dos lugares que você ia sacolejar o esqueleto, como te disse uma vez, só frequentei o Largo.

Fer, meu querido, eu sou um tipo bem curitibano! Sabe aqueles que ou amam ou odeiam? kkkkkk
Desculpe meu jeito de ser quando faco meus posts, ou mesmo quando comento aqui.
Aquele texto dos blogueiros malas eu vou republicar, causou maior furor na época, ficou bem engracado hehe

Fiquei feliz curtiu o post "querer", e o elogiou.

Um grande carinho tenho por você,
beijo gigante e obrigada!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...