.

Photobucket
"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante..." (Caio F. Abreu)

terça-feira, 14 de junho de 2011

Convite à reflexão...

A transitoriedade da vida terrena é um convite à reflexão. Os homens em geral se empenham para atingir variados objetivos. Elegem metas por vezes ambiciosas e dedicam suas vidas a conquistá-las. Também fazem de tudo para ver seus filhos vitoriosos, conforme os padrões do mundo. Pagam-lhes bons colégios, cuidam de sua instrução formal com desvelo. Esses objetivos costumam ser louváveis.

Como vivem em um mundo material, os homens precisam se ocupar das coisas tangíveis. Não dá para se tornar um peso nos ombros do semelhante, enquanto se filosofa sobre tudo e sobre nada. Apenas não é prudente esquecer que as questões materiais fatalmente passarão. No esforço de conquistar ou manter coisas, não compensa comprometer a própria dignidade. Às vezes parece que certa conquista é questão de vida ou morte.

Se dado cargo não for conquistado, a vida parecerá sem sentido. Entretanto, a permanência nesse cargo será por pouco tempo, considerando a eternidade da vida que jamais se esgota. Do mesmo modo, a paixão pode colorir de modo excepcional o afeto que alguém inspira. Ainda que ele seja comprometido, parece que tudo se justifica, desde que seja possível viver aquele sonho dourado. Nessas situações, a criatura pode se permitir comportamentos indignos.

Ocorre que a felicidade jamais é fruto de indignidade. A paixão violenta cedo ou tarde amainará. O cargo importante mudará de mãos. O dinheiro será consumido, perdido, roubado ou apenas deixado para trás no momento da morte. O automóvel novo se desgastará e sairá de linha. Em suma, tudo passa e lentamente perde a importância. Mas é preciso conviver para sempre com o que se é. A realidade íntima não se altera com o simples passar do tempo. Ela não se desgasta, não se torna obsoleta e nem se recicla, sem vontade e esforço.

Muitos Espíritos, pelo fenômeno mediúnico, relatam sua decepção após a morte física. Tiveram de contemplar suas posses e conquistas materiais passarem a outras mãos. Ao mesmo tempo, constataram a miséria a que se reduziram, à custa de atos indignos. Renasceram para evoluir e transcender e se tornaram grandes devedores perante a vida. Pense nisso, para não inverter suas prioridades.

Viva no mundo, mas não se torne escravo dele. Antes de mais nada, cuide de adquirir grandeza íntima. Seja bondoso, leal e trabalhador, mesmo nos momentos difíceis. De nada lhe adiantará conquistar coisas e perder-se a si próprio...

(Momento Espírita)

7 comentários:

carrego disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Natália disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Natália disse...

Olá!
Estar aqui sempre dando uma "espiadinha" tem sido meu hobby favorito...
Todos os seus textos, de sua autoria ou não, é um fatal CONVITE A REFLEXÃO.
Me sinto afortunada em saber que em meio a esse mundo de indiferenças e contínua superficialidade, ainda existe uma "Estrela" que se torna única em meio a tantas outras que por motivos que desconhecemos a muito tempo já perderam seu brilho.
Que DEUS continue te inspirando e abençoando, para que assim possa refletir na vida de muitos, como tem feito a mim...
Desejo tudo de mais lindo em sua vida, estarás presente em minhas orações, Hum rum!¹ rsrs'
E se não for audácia de minha parte parte, gostaria de mandar 1 Xeroooooooooooooo²( Estou aprendendo, ha!)
Até mais'

Elaine Freitas disse...

Oi Fe...

Nossa que bom ter no meio dos meus contatos alguém que fala ao meu coração...
Embora no nosso íntimo sabemos que tudo passa e o que permanece são nossos sentimentos, estamos dia a dia esquecendo disso... desejando coisas que não são essenciais!

Obrigada querido... obrigada por compartilhar...

Beijinhos

Néia Lambert disse...

Fernando, o maior tesouro é o que trazemos em nosso interior.

Um abraço.

Fernando Imaregna disse...

Natália...grato pela gentileza do comentário...fiquei sinceramente sensibilizado...hum rum...

E pode sim, mandar Xerossssssss....hehehe...é hábito de minhas meninas lá do Nordeste...aprendi com elas...hehehe

Um beijo carinhoso e apareça sempre

Natália disse...

Também sou Nordestina e estou mais perto das suas meninas do que você imagina, haha'
Creio que MARÍLIA tenho comentado a meu respeito,sou amiga dela e já havia dito que conhecia seu blog'
Não se preocupe que voltarei SEMPRE!
Beijos no coração =***

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...